Curiosidades

Tamanduaí


O animal toma uma postura defensiva quando se sente ameaçado, erguendo-se sob suas patas posteriores, que estão sempre agarradas a algum apoio, e enrolando sua cauda seguramente a este apoio, formando um tripé. Os membros anteriores com suas fortes garras são posicionados próximos à face do animal, que flexiona o corpo para frente e, e embora as patas dianteiras encontrem-se suspensas, o animal não perde o equilíbrio e se mantém firme.



Tamanduá-mirim


Apesar de também serem chamados de tamanduá-de-colete, nem todos os espécimes apresentam um colete formado pelas faixas escuras na região dorsal bem definido. Alguns animais do nordeste brasileiro e de parte da Venezuela apresentam a pelagem da região do colete de cor acastanhada, marrom ou com o colete fracamente delimitado.



Tamanduá-bandeira


Ao dormir, os Tamanduás-Bandeira deitam-se e posicionam sua cauda sobre o corpo para ajudar a conservar a temperatura gerada por seu metabolismo. Esse comportamento também serve para ajudar na camuflagem do animal.



Visite-nos nas Redes Sociais:
Departamento de Escolas do Aquário de São Paulo
Aquário de São Paulo • 2017 © Todos Direitos Reservados

Acesse a Homepage do ASP