O Projeto Tamanduá


O Instituto de Pesquisa e Conservação de Tamanduás no Brasil, chamado de Projeto Tamanduá, é uma Organização Não Governamental que surgiu em 2005 com a missão de desenvolver ações de pesquisa, educação e fomento a políticas públicas visando a conservação das 30 espécies viventes de tatus, tamanduás e preguiças.

No âmbito educacional, a ONG conquistou espaço de renome com cursos teóricos e práticos em universidades, participação em simpósios e congressos nacionais e internacionais e com o oferecimento do mais completo curso de campo para capacitar profissionais que trabalham com fauna em vida livre, que ocorre no Pantanal do Mato Grosso do Sul, todos os anos, e que este ano terá sua primeira edição no Nordeste brasileiro.

No campo da pesquisa acadêmica, o Projeto Tamanduá desenvolveu estudos pioneiros com tamanduás, tatus e preguiças nas áreas de biologia, ecologia, sistemática, genética da conservação e educação ambiental, sendo hoje referência no desenvolvimento de pesquisas científicas para geração de informações necessárias para a conservação destas espécies e de seus habitats.

Na esfera das políticas públicas, o Projeto Tamanduá vem apoiando, colaborando e orientando a realização de programas, ações e atividades desenvolvidas pelo Estado para a conservação destas espécies. Atualmente, a ONG é responsável pela coordenação do táxon no Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção, documento produzido, bianualmente, pelo Ministério do Meio Ambiente/ICMBio, sendo considerado a maior ferramenta para a criação de políticas de conservação no Brasil.

Além disso, a ONG coordena o Plano de Ação Nacional do tatu-bola (Tolypeutes tricinctus e matacus) produzido pelo Ministério do Meio Ambiente, que identifica e orienta as ações prioritárias no combate às ameaças para esta espécie. O Projeto Tamanduá atua ainda na elaboração de políticas públicas envolvendo estas espécies na Argentina, Peru, Colômbia e Suriname e é responsável pela coordenação do táxon na Lista Vermelha das Espécies Ameaçadas de extinção a nível mundial, documento elaborado pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN).

Projeto Tamanduá: há 10 anos levantando esta bandeira!

Acesse a página do Projeto Tamanduá
Visite-nos nas Redes Sociais:
Departamento de Escolas do Aquário de São Paulo
Aquário de São Paulo • 2017 © Todos Direitos Reservados

Acesse a Homepage do ASP